sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Falsidade

  Acho que hoje estou cheia de motivos para falar de coisas com as quais eu fico chateada, triste, passada. Falsidade. Todos já devemos ter passado por isso na vida. Não é a ordem natural das coisas, mas a regra natural da vida. Ou da vida urbana. Alguns golpes são dados na sua frente, você sente a dor da falsidade de uma pessoa que você considerava. Outras são feitas por trás, metade delas você nem ao menos sabe que existe, outras você dúvida e outras você tem certeza. Não vale perder tempo com a falsidade.
 É por isso que você tem que ser você mesmo em todos os momentos. Porque se você for você mesmo sempre, as falsidades não vão mudar você, e não vão mudar quem você é. Ao contrário, a pessoa falsa pode falar mal de você, mas ela vai ser a pessoa que melhor vai conhecer e respeitar você. Ela vai saber as outras pessoas que são falsas com você. E talvez seja por isso que é permitida a falsidade em nossa vida. Porque uma falsidade te livra de uma pior e assim vai... O caso é que você não deve se tornar falso também.
 Por mais coisas que te insinuem a ser falso, não seja. Não perca o respeito de si mesmo, a confiança no teu caráter, o seu amor-próprio. Não seja falso com seus sentimentos, com suas amizades. Não seja falso com as pessoas que você ama. Não seja falso com ninguém. Seja verdadeiro.
 Acima de todas as coisas, seja verdadeiro. Seja justo. Pratique a justiça e a verdade e quem olhar para você vai sentir o espírito forte e limpo de uma pessoa que pratica a verdade e a justiça, mesmo que isso a faça batalhar mais do que poderia ou até deveria. É isso o que Jesus quer para você, pois foi isso o que Ele sempre foi: Justo e Honesto duas abreviações para quem é verdadeiro e pratica a verdade.

0 comentários:

Postar um comentário

Participe você também. Construímos esse blog juntos, e eu quero saber a opnião de vocês sobre os posts, as dicas e tudo mais!